sexta-feira, 24 de maio de 2013

Aspirante rebate críticas à atuação da Polícia Militar em Ibicaraí

Partilhar

Segundo o dicionário:

"Sensacionalismo: s.m. Característica ou particularidade de sensacional. Interesse ou procura pelo sensacional. Utilização ou resultado da busca por assuntos sensacionais cuja repercussão tende a fomentar escândalos, chocar uma sociedade, sem que tais assuntos sejam verdadeiros."

Críticas às ações policiais são frequentes nos noticiários. Até que ponto essas matérias são verdadeiras? Qual verdade querem mostrar?

Vou resumir, mas peço que vejam na integra a crítica e a resposta...

O blog "Super blog do ABN" criticou uma operação da Polícia Militar no dia 18/05, a operação foi realizada sob o comando do Aspirante Carlisson da 63ª CIPM em Ibicaraí e apreendeu motos no centro da cidade.
Vale destacar alguns trechos da crítica: 
"Nosso blog não é contra o trabalho da polícia, mas nos incomoda a maneira com que os motociclistas são tratados aqui em Ibicaraí, podemos presenciar, mesmo depois de serem parados, desamontando (sic) das motos, mesmo assim empurrando as mesmas, sendo acompanhados por um policial com a arma em punho, como se houvesse alguma resistência por parte dos mesmos, coisa que não houve."
"Ficando agora os proprietários, na responsabilidade de pagar a locomoção do Guincho, e regularizarem a situação para poderem retirarem seus veículos."
"Certamente que a polícia militar vem fazendo um exelente (sic) trabalho em Ibicaraí, mas seria muito mais eficiente se com a mesma intensidade, fossem realizads (sic) ações preventivas como estas nas localidades onde existe forte influêmcia (sic) do tráfico de drogas e entorpecentes, pois nas ações realizadas do centro da cidade, apenas pessoas de bem, trabalhando muitas vezes, podendo até serem incorridas em alguma falha, como conduzirem de chinelo, ou com habilitação vencida, ou mesmo sem a mesma, no caso das cinquentinhas, mas que estas mesmas pessoas de bem acabam sendo constrangidas, tendo seus veículos conduzidos por um guincho, como se fossem alguém alguém 'fora da lei'.
"Entre as motos apreendidas estão a de Zacarias eletricista, de Joilson crediarista, de Catálo das antenas, ou seja, pessoas de bem da nossa sociedade, que acabam sendo submetidas a um constragimento (sic) que poderia ser evitado, de ver seu veículo de trabalho, sendo conduzido por um carro guincho, como veículo de alguém perigoso."
Confira na íntegra 
O tenente Carlisson respondeu na própria postagem e a sua resposta já foi publicada em alguns blogs e compartilhada por várias pessoas no facebook. Segue:

   Agradeço em nome da 63ª CIPM pela referência elogiosa ao nobre trabalho da Polícia, referido no início do texto, mas acho um tanto paradoxal as palavras do blogueiro que seguem, especialmente no que diz respeito ao constrangimento das pessoas. Um bom jornalista deve pautar sua conduta na divulgação dos fatos, com imparcialidade, devendo pesquisar devidamente as informações para não incorrer no risco de divulgar informações erradas ou que não se baseiem nos valores que regem, ou devem reger, a conduta da sociedade. Vamos aos fatos:
   A arma é o instrumento de trabalho do policial militar. A Constituição Federal, especialmente no artigo 144, dá ao policial o direito de usar a força necessária para conter a violência, preservar a ordem pública e defender os bens mais importantes das pessoas, que são a vida, a liberdade e o patrimônio, e para tanto a legislação brasileira dá ao policial a prerrogativa de usar arma de fogo.
   Quando um policial aborda um indivíduo, ele não sabe quem é o indivíduo, não sabe se este porta arma de fogo ou qualquer outra arma ou instrumento que possa colocar em risco a vida do próprio policial ou dos cidadãos. Por conta disso quando há abordagem de qualquer tipo, o policial militar deve, antes de mais nada, manter a sua segurança e a segurança das outras pessoas, verificando inicialmente por meio da abordagem, da verificação, da busca pessoal e da identificação, se aquele indivíduo oferece risco ou é cidadão de bem. 
   Tenho em mãos inúmeros vídeos em que policiais são mortos por bandidos justamente por agirem sem manter essa segurança na abordagem; nesses vídeos alguns indivíduos reagem, armados, à abordagem e provocam tragédias matando policiais e cidadãos de bem que estavam no entorno da abordagem. Quanto à intensidade das abordagens a motocicletas, motonetas e ciclomotores, indico ao nobre blogueiro que busque as estatísticas da Secretaria de Segurança Pública para ter acesso aos índices de CVLI (Crimes Violentos Letais e Intencionais) e CVP (Crimes Violentos contra o Patrimônio) praticados utilizando veículos de duas rodas. Na cidade de Itabuna já chegou a ser registrado o índice de 20 motos roubadas em apenas 5 dias. 
   A cada 10 mortes provocadas por arma de fogo, metade é provocada mediante utilização de motos, isso sem contar a quantidade de roubos utilizando as motos como instrumento. Eu pergunto ao nobre blogueiro: Quer que Ibicaraí apresente os mesmos índices da cidade de Itabuna? Quantas motos foram roubadas na cidade de Ibicaraí nos últimos 5 meses? Quantos crimes foram praticados na cidade de Ibicaraí utilizando motos? A polícia Militar deve atuar não apenas na repressão aos crimes, ou seja, depois que acontecem, mas, essencialmente, na prevenção aos crimes, isto é, tomando medidas para evitar que os crimes aconteçam. Se Ibicaraí começar a obter os mesmos índices de crimes de Itabuna, a polícia militar será a primeira a receber críticas. 
   Estamos sendo criticados por evitar os crimes! As nossas operações são realizadas em toda a cidade. Se o nobre blogueiro tivesse a paciência de continuar acompanhando o nosso trabalho no dia 18, teria a oportunidade de perceber que ao sair do centro da cidade, fomos à entrada do bairro do Corina Batista para fazer a mesma operação. Semana passada fizemos a mesma operação no bairro novo e no mutirão. Fico preocupado também com os comentários do nobre blogueiro no que diz respeito ao uso de chinelos na condução de veículos. O artigo 252 IV da lei 9.503/97 proíbe a utilização de calçados que não se firmem nos pés na condução de veículos automotores. 
   O legislador se preocupou apenas com a segurança das pessoas, já que muitos acidentes são provocados porque o condutor engancha o "chinelo" nos pedais; eu mesmo presenciei um incidente de trânsito, quando um condutor invadiu a calçada na Avenida São Vicente de Paula e quase atropelou uma senhora e seu netinho de 9 anos. Ao abordar o condutor, este mesmo admitiu que seu "chinelo" enganchou no pedal. Fazer cumprir a lei para manter a segurança das pessoas é errado, nobre blogueiro? Eu desafio qualquer que seja a me ver usando "chinelos" na condução do meu veículo particular, ou sequer me ver sem utilizar o cinto de segurança. Procuro dar o exemplo! Algumas pessoas na cidade me chamam de Tenente "chinelo" pela minha rigorosidade no cumprimento da lei. 
   Eu gosto disso! Só me incentiva a buscar trabalhar com ainda mais vontade no cumprimento das leis. E para aqueles que acham que sou rigoroso apenas no trânsito eu disponibilizo um relatório de minhas atuações na cidade de Ibicaraí desde que cheguei. Quem tiver acesso verá que prendi vários traficantes, assaltantes, apreendi drogas e armas, além de muitas outras ocorrências. Com apenas 4 meses de trabalho na cidade já recebi elogio em minha ficha de assentamentos funcionais 3 vezes. Outro aspecto que me causa estranheza é o fato de me criticarem pela apreensão dos veículos neste sábado dia 18.
   Todos os condutores que tiveram seus veículos apreendidos ou não possuíam ACC (Autorização para condução de ciclomotores), ou não tinham CNH (Carteira Nacional de Habilitação), ou tinham CNH vencida, ou possuíam o CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos) em atraso. A lei 9.503/97 diz em seus artigos 162 I, V e 230 V que tais condutas pressupõem a apreensão dos veículos ou o recolhimento da CNH. Os condutores de ciclomotores devem possuir ou a ACC ou a CNH, vide resolução 050/98 do CONTRAN.
   Ademais, minha conduta como agente público deve ser pautada nos princípios basilares da administração pública, quais sejam o Princípio da legalidade, Princípio da Impessoalidade e Princípio da Moralidade. Estes princípios determinam que eu aja dentro da lei e não me permitem agir de uma forma com um cidadão, e de forma distinta com outro cidadão. O nobre blogueiro citou nomes de pessoas importantes da cidade. Parabéns! Senti falta dos nomes dos outros cidadãos condutores que não são donos de estabelecimentos e não tiveram seus nomes citados e defendidos da mesma forma. As pessoas criticam tanto os políticos corruptos, mas quando tem oportunidade procuram dar o velho jeitinho. Não aceito essa conduta. Outra coisa interessante: Guinchos servem para transportar veículos. Quando meu carro quebrou, utilizei um guincho. Ter seu veículo guinchado em nada fere a honra ou a moral de alguém.
   Minha atuação seguiu estritamente o ordenamento jurídico brasileiro em seus princípios e valores. Cumpri a lei e é o que continuarei fazendo. Pessoas sem ACC ou CNH conduzindo veículos de qualquer natureza, oferecem risco às vidas de outros condutores e pedestres, pois não são aptos, condicionados e preparados para conduzir veículos. Enquanto Oficial da Polícia Militar da Bahia eu for, permanecerei, de forma incessante, lutando para manter a segurança de todos e garantindo às pessoas o direito a um trânsito seguro. Mais uma vez o meu muito obrigado e que o onipotente Arquiteto do Universo abençoe a todos nós.

ASP. PM Carlisson – 63ª CIPM                                                                                             
Fonte: Cometários do Blog ABN e postagem do Blog da AOPMBA.

Vale a pena refletir sobre a responsabilidade da atividade policial e pensar sobre qual policial você quer ser. Existem vários policiais corruptos, adeptos ao jeitinho brasileiro, entre outras coisinhas que destoam do verdadeiro papel que lhes compete, mas fico feliz e esperançosa sempre que vejo ações e pensamentos de policiais assim. Não conheço o Aspirante, mas de coração vibrei com as suas palavras e espero que elas façam jus às suas ações sempre. Para mim, fica claro que as críticas sempre irão surgir, porém, quando você coloca a probidade como pilar da sua conduta no exercício da função, seguindo princípios legais, morais e éticos, além de ter a consciência tranquila, não é qualquer notícia sensacionalista que desmoraliza o seu caráter, a sua competência e integridade profissional. Pena que nem sempre as coisas podem ser esclarecidas e nem sempre o policial tem "voz", nesse caso felizmente teve. 

Sempre que vejo algo interessante penso em compartilhar com vocês, em busca de somar, agregar algum valor, incitar a reflexão, trocar idéias... Enfim, espero que gostem disso!!
O que acharam da crítica e da resposta??

Abraço!

:)

27 comentários:

  1. Muito bom!Pena que nem todos pensam e agem desta maneira.Aqui mesmo em Fazenda Coutos aconteceu um fato interessante:um cabo e dois soldados da Base comunitária prenderam a moto de meu colega(guarda municipal),pois a mesma se encontrava em posse de duas pessoas menores,as quais ele emprestou,o veículo também estava com a documentação atrasada.Os policias estavam um pouco irritados porque o dono do veículo achou desnecessário que a moto fosse levada para o Detran,eu fui com ele até os policiais e quase ele saía preso na história.E eu disse para ele que ele perdeu a razão porque deu a moto a dois menores,que era para nós irmos para casa.Porém ,ambos estavam errados,ele(o dono do veículo)pelas irregularidades e os policiais porque estavam trabalhando embriagados,tanto que ele fez a notação com a data errada.Infelizmente este tipo de pessoa ainda está na policia militar.Na hora eu fui refletindo sobre eles e perguntando a mim mesmo se quando eu estiver lá como serei realmente.Detalhe dois dos policiais ainda estavam em estado probatório,um foi de 2010 e o outro 2011(excedentes) e o cabo iria se aposentar em breve.Péssimos exemplos!

    ResponderExcluir
  2. Nossa! Perfeito! A resposta do Tenente ficou à altura. Aliás, o texto do blogueiro é bastante amador. A resposta ficou até acima do nível da sua postagem. Hehehe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ivisson..
      Bem amadora de fato! Mas achei a resposta tão brilhante, que precisava ser compartilhada! Quero a PM nesse nível aí! :)

      Excluir
  3. Sinto-me envergonhada, não só por ser ibicaraiense, mas como brasileira em saber que em nosso país em tudo se dá "um jeitinho", aumentando assim a corrupção, a criminalidade, a violência, acidentes de trânsito, falta de educação e tantos outros problemas, principalmente sociais.
    Em contrapartida sinto-me feliz em ver pessoas tão competentes na PM, que está desacreditada por muitos.
    Eu confio no trabalho, não só de repressão, mas de prevenção da PM, por isso quero tanto passar nos próximos testes e fazer parte do efetivo da Polícia Militar da Bahia pra também fazer diferença!!!!!!
    Muito boa sua matéria. Estou na torcida para que os aprovados nesse concurso tomem consciência de sua responsabilidade e assumam o compromisso! Um abraço!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kaliany,
      Enquanto existirem os bons, há esperança!
      Felizmente conheço bons policiais, inteligentes, íntegros.. Aprendo muito com eles. Volta e meia me bato também com policiais que não são tão brilhantes, com mentes pequenas e visões limitadas... Mas faz parte!
      Assim como você, acredito no trabalho de prevenção como via principal e a repressão com última alternativa, para assim se realizar um trabalho de segurança pública eficaz, havendo a inversão dessa ordem e a repressão surgindo como primeira alternativa sempre, o caos e a violência tomam conta!
      Que bom que gostou da postagem.. Abraço!

      Excluir
  4. Prezados,

    Não sei quem daqui terá a oportunidade de verdadeiramente ingressar na PM BA, mas fica meu pedido para que estes abençoados possam honrar suas fardas. Hoje infelizmente, em razão de alguns casos isolados a Corporação tem sido questionada quanto a sua credibilidade e isso é bastante grave.
    Nós futuros BM ou PM devemos ter ciência da responsabilidade que estamos prestes a assumirmos, mesmo não sendo oficiais teremos que demonstrar capacidade de liderança, buscando sempre direcionar nossos futuros colegas, se entrarmos achando que não podemos mudar nada, que a corrupção existe e não há como sanar esse mal, em nada vamos agregar a Corporação. Sozinho não vou conseguir muita coisa, mas vou tentar ao máximo fazer a diferença, chega dessa falsa imagem de que todo policial tem má índole.

    Isabella mais uma ótima informação passada por você, parabéns!

    Marcelo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcelo.. é o L.?? Meu amigo tricolor?
      Se for sugiro que se identifique como Marcelo Bahia, ou Marcelo L.
      Porque uma hora pode aparecer outro Marcelo aqui e trocarei tudo! rsrs.


      Pois é, não sabemos quem irá adentrar, mas certamente muitos que visitam essa página ingressarão e espero que desse espaço fique algum aprendizado, alguma reflexão.
      Espero que continue com esse pensamento...
      Aquele discurso "uma andorinha só não faz verão", não cola, quem quer se esforça ao máximo pra fazer a diferença onde quer esteja... Se não der pra fazer muita coisa pra mudar, tudo bem.. mas não custa tentar.. com várias tentativas de um aqui, outro ali... uma hora a coisa flui! Só não vale se unir ao que está errado, se acomodar, ir dando "jeitinhos" também, assim apenas contribui para perpetuar o que está aí.

      Obrigada pela troca de idéias!! :)
      Abraço!

      Excluir
  5. Marcelo L. mesmo ! Tricolor rs.

    ResponderExcluir
  6. De arrepiar esse texto do ASP! Um tapa na cara da hipocrisia! Muito bom mesmo

    ResponderExcluir
  7. Parabéns ao militar que defendeu de forma coesa a função policial militar e ressaltou que ser policial é muito mais que "simplesmente" correr atrás de bandido. Infelizmente pessoas honestas precisarão ser revistadas, abordadas e até mesmo conduzidas a uma unidade policial, caso não se enquadrem nas leis vigentes. Penso que a arma seja nos dias atuais a única ferramenta que a criminalidade "ainda respeita" em um policial, por tanto, somente com a arma em punho o policial terá mais chances de se defender diante de uma situação de risco. Parabéns aos que acreditam que ha imunidade a corrupção. Mantenham se íntegros e dormiram em paz. Tati

    ResponderExcluir
  8. Parabéns ao, Asp.
    Resposta digna de palmas, muitas palmas.

    Graças a Deus ainda existem pessoas inteligentes e de boa indole na nossa PMBA. Fico muito feliz com o ato de coragem, compromisso e ética do futuro colega aspirante.

    Isa, parabéns pela iniciativa de colocar uma postagem tão interessante. Você é show!

    Abraço, minha flor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vini,

      Pois é.. vibrei e compartilhei, que bom que uma galera tbm gostou, inclusive vc, sua opinião é super válida pra mim, rs.
      Me alegra saber que existem pessoas assim na PMBA, e muitas assim irão entrar.. com fé em Deus!!

      Valeu mesmo meu brother!

      Abraçãooo!!

      Excluir
  9. É isso aí Bella bela, Blog bombando ... espero que a partir desta próxima semana eu já possa começar a voltar- minimamente - à minha antiga rotina.
    abração e sucesso aí na caminhada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa tenente, vc faz uma falta retada!
      Mesmo minimamente, tenho certeza que a sua contribuição para as nossas reflexões serão imensas! Não esquece de uma coisa... a nossa parceria, vc pode contar comigo poxa, rs. =D
      Abraço!

      Excluir
  10. E o que é mais interessante, é que fica a dica aí para as próximas crítica (sim, porque não vão parar por aí) para que seja analisada e conferida melhor as fontes de investigações por parte da mídia ou, até mesmo, de qualquer veículo de informação.
    Não sou contra críticas, acredito, até, que devem acontecer para possíveis melhoras, mas precisam ser de credibilidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza Anderson, concordo contigo! As críticas devem existir, para haver melhora. Só sou contra quando elas não tem fundamento, são superficiais ou meras "perseguições", alguns veículos de informações parecem apenas ter a intenção de reafirmar o estereótipo da polícia como truculenta, criticar às ações a todo custo sem nem mesmo pensar na necessidade das ações e no fundamento dos procedimentos.
      Obrigada pela sua contribuição! ;)

      Excluir
  11. Me arrepiei ao ler a resposta do aspira, isso mostra que será um excelente oficial. Cade a rede globo, a record, a band, o qualquer outra midia televisionada para divulgar a resposta! Cade a revista veja? E a isto é? Cade os jornais de grande circulação que não estamparam a excelente resposta do policial. Infelizmente a policia não tem o apoio da população nem da midia. Se o policial tivesse agido "caso necessário" coercitivamente (algemado, utilizando da força necessária) tenho certeza que seria noticia nos jornais, como de fato foi noticia, simplesmente por cumprir a lei. É o Brasil!!! São os cidadãos nem mesmo sabem o que querem.

    Abraços a todos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Spindola,

      A mídia mostra o que quer mostrar e com a PM rola aquela perseguiçãozinha, as ações negativas estão sempre em evidência, mas as positivas raramente são divulgadas. Ótima reflexão a sua, eu tbm sempre me pego pensando sobre o papel da mídia influenciado a sociedade, a influência é muito forte!
      A polícia de fato não tem apoio, por isso o policial deve mais ainda firmar a sua conduta sobre os alicerces firmes da ética e da lei, assim fica mais difícil para a mídia e para a sociedade questionar os seus atos ou colocar o nome do cara na lama.

      Abraço!

      Excluir
  12. Orgulho incomensurável da nossa PM, resposta muito bem formulada, além de esclarecer a uma reclamação que é geral por parte da comunidade, as abordagens a veículos, as famosas "blitz", tão criticadas pela população, mas que tem, conforme o Tenente já expôs uma grande importância com relação à prevenção de crimes, além disso, inúmeros meliantes foram "capturados", se assim posso dizer, a partir deste tipo de ação da nossa polícia, outro fator que chama a atenção é a linguagem utilizada pelo blogueiro, e a utilizada pelo policial, é sem comentários este quesito, parabéns pela postagem, por isso seu blog é sucesso! rsrsrs
    Bjos
    ;-)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nanda,

      Dessa resposta do tenente dá pra tirar várias coisas né?
      Assim como você tbm me liguei em diversos pontos, resposta de uma inteligência imensa!!
      Acredito que isso seja uma mostra de uma mudança que está ocorrendo há um tempo na polícia militar, onde em grau de importância a inteligência está se sobrepondo a força.
      Precisamos mais disso na PM, de agentes mais sábios e inteligentes, que sejam éticos, que reflitam sobre as suas condutas e sobre o que lhes compete. Conheço alguns policiais que são assim, e espero que desse modo permaneçam, assim como alguns que estão para ingressar.
      Nível altissimo do tenente!! ;) Vibrei!
      Obrigada!!

      Beijo! :)

      Excluir
    2. Espero que nosso novo perfil de policiais mude a cara da nossa PM,
      Vibrei muito tb! rsrsrsrsrs
      Beijão!

      Excluir
  13. nobre tenente faz o seu papel com louvor mas se pararmos para pensar um dos papeis de um lider nesse caso nosso tenente terá de haver um bom senso pois tem de haver uma separação entre o bom e o mal cidadão porquê prender moto e carro do comum é muito fácil mas quando se trata de filho ou parente de oficial ou autoridade a coisa muda de figura então se servir para todos a rigidez do aspira beleza,se não vai devagar que as pessoas precisa confiar na policia e não que ela seja seu algoz.

    ResponderExcluir