segunda-feira, 3 de setembro de 2012

A importância da Redação

Partilhar
      Volta e meia me perguntam qual a dica para os estudos e como conseguir se classificar entre os primeiros no Concurso de Soldado e a minha resposta é sempre a mesma: “REDAÇÃO”. Como já sabemos, a organizadora da seleção será a Fundação Carlos Chagas, logo, o processo será bem parecido com os dois concursos anteriores, e assim sendo, uma boa nota na redação é essencial para ter uma boa classificação.
      Como é possível ver abaixo nas notas de 2008 do sexo masculino de Salvador, objetiva e subjetiva, a maioria dos primeiros cinquenta colocados obtiveram melhores notas na prova subjetiva do que na objetiva, o que prova a importância de uma boa nota na Redação.
         A prova é dividida na primeira etapa objetiva e na segunda subjetiva, na primeira etapa ocorre muitos empates e o que desempata é a redação. Eu por exemplo, fiquei classificada na primeira etapa na colocação 180, empatada com 54 mulheres (fiquei fora das 100 vagas na 1ª etapa), a minha nota na prova objetiva foi 71,03 lembro que foram 60 questões e acertei umas 40. Após a correção da Redação, que obtive 90,00 pontos fui para a classificação 44, ou seja, sem uma boa Redação não teria sido aprovada. Me lembro de uma conhecida que na 1ª etapa ficou empatada entre as 15 primeiras, e após a correção da redação, ficou fora do número de vagas, acima da 300ª colocada.      
      Quem obteve 50,00 pontos na Redação, (do sexo masculino) se classificou, mas fora do número de vagas, e foi chamado apenas na terceira chamada que foi em 2011, mas e se o governo não tivesse chamado os excedentes? Eles não teriam ingressado. Para as mulheres a Redação é mais crucial ainda, pois o número de vagas é menor, as últimas colocadas no número de vagas apesar de terem tido uma nota na objetiva mais baixa 66,00, fizeram 85,00 na Redação. Esses dados, foram apenas para ilustrar o quão importante é a Redação no processo seletivo do concurso de Admissão para o Curso de Soldado da Polícia Militar.


      Quem é bom em redação, não deixe de treinar. E quem não é, ainda há tempo para trabalhar essa dificuldade e buscar uma nota razoável e que não impacte na classificação. Porém, recomendo que corra contra o tempo, nunca é tarde para aprender, mas escrever não é algo que se aprende de um dia para o outro. Primeiramente é necessário ler bastante, para estar por dentro de todos os possíveis temas que venham a cair, não adianta tentar escrever sobre algo que não tem conhecimento. O segundo passo é treinar mesmo, escrever sobre vários assuntos e começar a analisar as formas de organização, a argumentação, ler as melhores redações de vestibulares e do ENEM e se possível entrar num CURSO DE REDAÇÃO. Caso não seja possível fazer um curso, compre um manual de redação e com disciplina siga as dicas, a editora Abril tem um bom manual para Redação do Enem e com preço bem acessível, você pode encontrar e qualquer banca de revista.

       O erro de muitas pessoas que tem dificuldade em uma área, é enxergá-la como um bicho-papão, isso acaba criando um bloqueio. Veja a Redação como um desafio e que você pode vencer, basta ter determinação, organização, disciplina e fé... Isso mesmo, fé em você. Tudo o que nos propomos a fazer, devemos acreditar, logo, se você se propõe a escrever deve acreditar que é capaz de fazer. 
      Não espere o edital ser lançado, nem adie para segunda-feira, como tipicamente se faz com dieta... Comece hoje mesmo, leia, apreenda conhecimento de diversas searas, escreva, se atualize na gramática, peça para algum amigo (ou professor) bom em redação avaliar seu texto, em cada um perceberá seu progresso e em que ainda precisa melhorar. Esses são meus conselhos, baseados na minha experiência no certame anterior e com a intenção de te ajudar na concretização do seu sonho.

Bons estudos! 
 

9 comentários:

  1. Diga Isabella, tudo certo né?
    Deu um Up grade aqui, né? Ficou massa o novo visual...
    Bom, redação é o diferencial realmente. Esquematizar um modelo de redação é o primeiro passo, depois acho que o concurseiro deve treinar o modelo com vários temas. Tenha até uma postagem lá no Blog que fala um pouco sobre isso, se tiver interesse deixarei o link abaixo!!!
    Parabéns pelo texto. abração
    http://queroserpolicia2.blogspot.com.br/2012/07/descomplicando-redacao.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo certinho meu brother!
      Rapaz não gosto de mexer muito nessas paradas não, mas pedi a ajuda de meu irmaozinho, o guri broca!(kkkkkk). O visual era bem sem sal e já tava enjoada!
      Li a postagem do seu BLOG, bem interessante... ensinando macete pra galera né rapaz!? (rsrs). Tem que incentivar o povo a estudar pra não entrar água no diaa, hahaha. To brincando, entendi a sua intenção. Eu acho uma disciplina MUITO IMPORTANTE no Concurso e vejo muitas pessoas assustadas quando o lance é Redação. A intenção dessa postagem aqui não foi nem ensinar como fazer, mas mostrar pras pessoas a importância dela na aprovação/classificação, pois ela é 50% da prova. Assim como acordar a galera pra não ficar adiando os estudos e começar logo a treinar. Vejo muitas pessoas se preocupando demais com Noções de Direito e deixando a redação no escanteio, quando no concurso de Soldado fazendo uma prova objetiva mais ou menos e brocando na redação tá dentro, já o contrário é difícil acontecer...
      Obrigada e Abraçãooo!!

      Excluir
    2. rsrsr...foi não moça, eu vi uma aula de redação do ALFA CONCURSOS na internet o cara falava um pouco sobre isso, achei engraçado e interessante, resolvi compartilhar...rsrsr
      Pois é, redação é o alvo...tem que ser, pelo menos, bomzinho para não morrer na praia!!
      Então, mãos a obra!!!
      abraços

      Excluir
  2. Muito pertinente, sem dúvida, a matéria. Para muitos a redação tornou-se uma barreira intransponível, de modo a sobrestar o ingresso de candidatos que se dedicaram bastante, fazem uma boa pontuação na prova objetiva, entretanto na prova discursiva/subjetiva (a redação não é uma prova subjetiva e sim discursiva, pois existem critérios próprios de avaliação) não obtém êxito. Indago-me bastante quando me falam que as redações mais simples são as que mais enchem os olhos dos corretores, tendendo a serem melhor pontuadas. Ano passado prestei o vestibular para o CFO PMBA 2011, optei por fazer uma redação mais simples, com menos palavras burocráticas, mas com texto coeso e atinente o exigido pelo tema, e no entanto obtive a nota 6, o que me deixou muito triste, pois sabia que não merecia aquela nota. Agora, para o concurso de soldado, vou tentar fazer uma redação mesclada, ora com termos simples e coesos, ora com palavras técnicas/burocráticas, para ver como vou me sair dessa vez. Embora o texto não mencione técnicas para se melhorar a redação, não tenho dúvidas que isso envolve múltiplos fatores, tais quais leituras diversificadas, prática de escrita, conhecimento da área a qual se pleiteia ingressar/atuar, e acima de tudo tranquilidade, pois sem estes fatores supracitados não tem como fazer uma boa redação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa Karlos que experiência chata né!? As vezes é difícil entender o que de fato o corretor quer. Eu sempre mesclo, como vc pretende fazer agora, e até então obtive exito, espero não ser surpreendida dessa vez. O objetivo do texto foi apenas alertar sobre a importância da redação, pois vejo muitas pessoas falando demais de noções de direito e esquecendo ela, quando na verdade acho que é a matéria mais importante porque é 50% da prova. No texto realmente não ensino técnicas de redação, apenas recomendo que as pessoas treinem, mesmo que sejam boas, e caso sejam ruins que treinem mais ainda, façam um curso ou comprem um manual e sigam as instruções com disciplina... Enfatizo a necessidade da leitura pra estar familiarizado com os assuntos, e da prática que por sinal coloquei em negrito devido a importância. Concordo contigo, a tranquilidade é essencial e contribui muito para o sucesso, o nervosismo e a ansiedade podem atrapalhar muito, por isso é bom buscar equilíbrio para não ser prejudicado pelo emocional. Abraçãooo e muita obrigada pela visita!!

      Excluir
  3. Verdade Isabella, é uma situação muito chata. Concordo com você quando menciona que a redação equivale a 50% da prova, e sei da necessidade que temos em aprimorar a nossa escrita, principalmente no tocante a concordância e a estruturação das ideias, o que para mim é o mais difícil numa redação, pois às vezes tenho muito a falar acerca do assunto, mas tenho que fracionar a mensagem para ater-me a quantidade de linhas exigidas.

    Eu que agradeço a oportunidade de comentar acerca de algo que pleiteio, ingressar na polícia militar, compartilhando saberes e me inteirando sobre aspectos de relevante monta. Abraços!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem me fale... Sofro desse problema de ter muito o que falar também, haha. Meus rascunhos sempre tem conteúdo pra umas 60 linhas, kkkk.
      Estamos aqui pra ajudar uns aos outros, é bom conhecer pessoas que estão rumo ao mesmo objetivo e em busca tbm de superar as dificuldades, aprender, compartilhar experiências, sugestões... Valeu mesmo por somar aquii! Abçs!

      Excluir
  4. oi bella,

    Gostaria de saber qual foi a nota do desvio padrão do concurso de 2008 dos pm masculino, pois pelas suas publicações feminino ficou em torno de 11,78.
    aguardo retorno

    ResponderExcluir
  5. Ola, estou com uma duvida,elaborei a minha redação do concurso da Policia Militar da Bahia organizado pela Fundação Carlos Chagas de acordo com o que é necessário. Mas no desenvolvimento só utilizei um paragrafo, mim equivoquei e não prestei atenção no limite de linhas, mesmo assim conseguir concluir a dissertação com três partes; introdução, desenvolvimento e conclusão. e mesmo assim conseguir alcançar no total de 29 linhas sem nenhuma rasuração, você achar que vou perder muito com isso ?
    Aguardo a resposta

    ResponderExcluir